domingo, 27 de novembro de 2011

Dez curiosidades de comportamento na Europa



Mais cedo estava me divertindo com o post 7 dicas de como deve ser o comportamento de uma pessoa feia, e me veio a ideia "hmmm, podemos adaptar isso para algumas dicas de sobrevivência na Europa". É claro que brasileiro não é nenhum animal irracional (a maioria pelo menos), mas é fato que os nossos costumes são bem diferentes dos europeus. Não que isso seja pior ou melhor, são apenas características culturais. E é claro que todo mundo sabe que mastigar de boca fechada, respeitar o silêncio do local e o espaço alheio são regras universais, não é isso que estamos falando. 

Por exemplo, quando chegar à Europa, acostume-se ao fato de que as pessoas não tem vergonha dos "barulhos do corpo". Isso significa que todo mundo arrota alto - não importa se é o restaurante mais fino da cidade -, peida na sua frente - ainda que seja a mulher mais gostosa ou o cara mais gato do mundo -, ou assoa o nariz na mesa do almoço até limpar todo o catarro da garganta. A nós, brasileiros, isso tudo é uma tremenda falta de educação, né não? Por aqui, são simplesmente complementos das necessidades fisiológicas e ninguém tem pudor. O que nos resta? Pode ter certeza que depois de um tempo você se acostuma, mas, até lá, tente engolir em seco e fazer cara de paisagem quando algo assim acontecer. Só, por favor, não encarne esse espírito europeu ao voltar ao Brasil.  Confere aí outras curiosidades e dicas para se dar bem, ou menos mal, em sua temporada pelo velho continente. 



1- É comum dividir a mesa com estranhos 
Não se assuste se alguém que você nunca viu na vida sentar-se na mesma mesa que você para almoçar. Por aqui, a noção de que "cheguei primeiro, é meu lugar", não existe, principalmente se você pegar uma mesa de seis lugares para ocupar sozinho. Nesse caso, é quase certeza que outro grupo vai dividir o lugar com você. Ainda assim isso não significa que vocês tenham que conversar ou interagir. Muitas vezes o diálogo fica restrito a: "esse lugar está ocupado?", "não". 


2- Não coloque sua bolsa/pertences em outra cadeira 
Lembre-se, cadeira é lugar de gente, não de acessórios. Os casacos e cachecóis ficam em cabides logo na entrada dos restaurantes, pubs e boates (ou chapelarias), mas nunca ocupam o lugar que seria para uma pessoa. É uma tremenda falta de educação (principalmente se o local estiver cheio), você colocar sua bolsa na cadeira ao lado. Por aqui, ficam todas em cima da mesa, penduradas na sua cadeira ou no chão, embaixo da mesa - ainda que seja aquele último modelo Luis Vuitton! A regra também vale para o transporte público. Mantenha seus pertences no seu colo ou no chão, entre as pernas, se não quiser ver várias pessoas olhando com cara feia ou até pedindo para que você faça a gentileza de tirar suas coisas para que alguém se sente. 


3- Palitar ou não palitar, eis a questão 
No Brasil, não se tem uma regra geral para isso, é mais da vontade e dos hábitos de cada família. Por aqui, cuidado: na França esse é um gesto extremamente rude e grosseiro (mesmo se você colocar a mão em frente à boca), enquanto na Itália significa que você gostou da refeição.  


4- Não cumprimente com um tapinha nas costas 
É considerada extrema falta de educação, na Europa, enquanto no Brasil a maioria dos homens cumprimenta-se com aquele abraço meio de lado e batidinhas nas costas: "E aí, velho, quanto tempo!". Entre os mais jovens já é comum cumprimentar-se (quando se é apresentado também), com dois beijinhos. Se você for apresentado a alguém mais velho, dê apenas um aperto de mão. Mas esqueça o tapinha nas costas em qualquer ocasião 

5- Respeite o silêncio 
Há alguns anos eu e minha mãe estávamos viajando de trem pelo interior da Alemanha e ela fez uma observação que achei muito engraçada: "se fosse no Brasil, já tinha virado um pagodão com farofa e cerveja". Isso porque as pessoas viajavam em silêncio, cada uma concentrada em seu livro, laptop ou descansando. Lembre-se que, para muitos, as viagens de trem são o trajeto de casa-trabalho todos os dias e o transporte público acaba sendo um dos momentos de relaxamento, descanso ou leitura que as pessoas tem. A dica também vale para passeios, inclusive em locais abertos, como parques. Você vai perceber que as pessoas não gostam de falar alto por aqui, apenas respeite. 

6- Atravesse somente na faixa de pedestres e com o sinal verde para caminhar (principalmente na Alemanha) 
Não é apenas uma questão de segurança. Na Alemanha, quem atravessa fora da faixa ou quando o sinal está verde para os carros (mesmo que não venha ninguém), pode ser multado em 50 euros! (e tem guardas em todos os lugares, mesmo que você não os veja). Então, lembre-se disso da próxima vez que pensar em dar o "jeitinho brasileiro" pela Europa. 

7- Seja pontual 
Mais que os ingleses, alemães são extremamente pontuais. Um atraso de cinco minutos no horário combinado é considerado desrespeito, então sempre procure avisar mesmo que, para nós, quinze minutos depois do prazo é ainda "no horário". Na Inglaterra, as pessoas geralmente toleram a falta de pontualidade de até cinco minutos. 



8- Cuidado com contato visual 
Na Alemanha (sempre lá!) é um ato ofensivo encarar o interlocutor, bem diferente do Brasil, não é? Além disso, diz a superstição por lá, quando brindar, é melhor cruzar os olhos (aquele olho zarolho) para evitar sete anos de azar na cama. Todo mundo zarolho, gente!!! 

9- Peça desculpas 
Pedir desculpas é mais comum do que dizer "bom dia". Na Europa, todo mundo pede desculpas por tudo, mesmo que seja inevitável. Se você tropeçar no pé que alguém deixou esticado no meio do restaurante, peça desculpas. Se você empurrar alguém no meio de um show para conseguir passar, peça desculpas. Se você sentir que está atrapalhando a passagem de alguém na rua ou em qualquer lugar fechado, peça desculpas. É quase como se você tivesse que se desculpar pela sua existência, por respirar e por ocupar aquele lugar naquela hora. Resumindo, sempre peça desculpas, ainda que seja por pedir desculpas. Sorry será, provavelmente, a palavra mais utilizada, a primeira e última do seu dia. 


10- Fique do lado direito da escada rolante 
Caso você não esteja com pressa para chegar ao próximo andar, esse é o comportamento correto. O lado esquerdo deve ficar livre para quem está com pressa e não quer ficar paradinho apreciando a subida ou a vista. Principalmente em Paris e em Londres, lembre-se disso. Os metrôs geralmente contam com plaquinhas para lembrar aos desavisados ou esquecidinhos. E não ligue se alguém meio rude pedir para você "desempatar o caminho" caso esteja do lado errado. 

Quer saber mais dicas curiosas, engraçadas ou estranhas?  O pessoal lá do  fasten seat belts traz outros costumes que fazem a gente rolar de rir! 

E aí, será que dá pra viajar melhor? Tem outras dicas pra compartilhar com a gente?
E amanhã tem mais! 
=*  

2 comentários:

  1. ola alyssa hopp gostaria de saber se por um acaso foi voce quem enviou um envelope contendo alguns papeis sobre um processo do forum de ferraz de vasconcelos estado de sao paulo de edgar alves martins junior para erich oliveira martins aqui na cidade de almelo?

    ResponderExcluir
  2. Muito legal. Valeu pelas dicas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...